André Carrilho vence a 25ª edição do Prémio Nacional de Ilustração

O ilustrador André Carrilho venceu esta edição do Prémio Nacional de Ilustração, com o livro “A menina com os olhos ocupados.

Publicado em Categorizado como Novidades Etiquetas: , , ,
Créditos: DR

Esta terça-feira, foi anunciado, pela Direção-Geral do Livro, dos Arquivos e das Bibliotecas (DGLAB), o grande vencedor desta edição do Prémio. De acordo com o júri, e em comunicado da DGLAB, “A obra vencedora destaca-se pela excecional qualidade da manipulação da aguarela em todas as suas potencialidades, imprimindo-lhe movimento, expressividade e profundidade. O autor explora uma temática atual e premente, sem descurar o imaginário ligado à infância, potenciando simultaneamente o vínculo entre adultos e crianças“.

O livro “A menina com os olhos ocupados” começa por referir que esta menina “Anda sempre sozinha, com a cabeça colada ao telefone”, sendo estas as palavras de André Carriço. Ao longo desta história escrita em rima, percebemos que a menina perde aventuras e experiências fantásticas por estar sempre tão concentrada no objeto que segurança nas mãos: o telemóvel.

Ao abordar este tema tão atual e preocupante aos olhos da sociedade de hoje, André Carriço pretende mostrar, através deste seu livro ilustrado, como “é bom ter os olhos desocupados”. Segundo o autor, este livro poderá ser um ponto de partida para conversar com as nossas crianças e explicar-lhes como ganhamos mais em deixar de lados os telemóveis para sairmos à rua e explorar o que nos rodeia.

“A menina com os olhos ocupados” é editado pela Bertrand Editora e apenas a ilustração demorou um ano a ser trabalhada, pois é feita em aguarela.

Créditos: DR

Nesta edição do Prémio Nacional de Ilustração, recebeu-se a concurso 76 obras publicadas apenas em 2020. O júri foi composto pelo designer e programador José Teófilo Duarte, pela jornalista da agência Lusa Sílvia Borges da Silva e pela representante da DGLAB Vera Oliveira.

O Prémio Nacional da Ilustração, criado em 1996 pela DGLAB, é atribuído no valor de 10 mil euros, pretendendo “promover o reconhecimento da ilustração original e de qualidade”. O prémio comparticipa ainda, com o valor de 1.500 euros, a deslocação à Feira Internacional do Livro Infantil e Juvenil de Bolonha.

Publicado em
Categorizado como Novidades