Ezra Pound. Um poema para refletir

Créditos: DR

Ezra Pound (1885-1972) foi um poeta, tradutor e crítico literário americano. Juntamente com T. S. Eliot, foi um dos principais representantes do movimento modernista do início do século XX.

A sua obra mais conhecida é The Cantos, uma coletânea de 120 poemas, considerada uma das maiores obras literárias do século XX. Pound escreveu todos os poemas em italiano, durante o final da Segunda Guerra Mundial. Com a sua obra, o poeta influenciou vários outros autores como James Joyce, T. S. Eliot e W. B. Yeats.

Eis as melhores reflexões de Ezra Pound:

«Os homens só podem compreender um livro profundo, depois de terem vivido pelo menos, uma parte daquilo que ele contém.»

«Toda a arte começa na insatisfação física (ou na tortura) da solidão e da parcialidade.»

«A grande literatura é apenas uma linguagem carregada de sentido até ao mais elevado grau possível.»

«Faça forte os velhos sonhos para que nosso mundo não perca a esperança.»

De tantos poemas escritos por Ezra Pound, a Subscrito escolheu «Saudação»:

«Saudação

Oh geração dos afetados consumados
e consumadamente deslocados,
Tenho visto pescadores em piqueniques ao sol,
Tenho-os visto, com suas famílias mal-amanhadas,
Tenho visto seus sorrisos transbordantes de dentes
e escutado seus risos desengraçados.
E eu sou mais feliz que vós,
E eles eram mais felizes do que eu;
E os peixes nadam no lago
e não possuem nem o que vestir.
»

Por Catarina Duarte Alves

Licenciada em Línguas, Literaturas e Culturas pela Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, Catarina Alves é uma apaixonada por livros e, atualmente, trabalha como livreira numa cadeia nacional.