“Fear Street”: a trilogia de horror de R.L. Stine

A Netflix anunciou o lançamento da trilogia “Fear Street” ao longo de três semanas consecutivas no mês de julho.

Publicado em Categorizado como Novidades Etiquetas: , , ,
Créditos: DR

Os filmes, dirigidos por Leigh Janiak, são baseados na trilogia de horror “Fear Street, do escritos R. L. Stine. Durante o mês de julho, os filmes irão ser lançados na plataforma de streaming Netflix, debruçando-se na história de um assassino em série.

O primeiro filme, “Fear Street: 1994”, será lançado no dia 2 de julho, seguindo-se da segunda parte “Fear Street: 1978” a 9 de julho e, por fim, “Fear Street: 1666” a 16 de julho. Os argumentos dos três filmes são realizados respetivamente por Phil Graziadei, Janiak e Zak Olkewicz, e Kate Trefry. Alguns dos membros do elenco incluem Maya Hawke e Sadie Sink, já conhecidas da série “Strange Things”.

“Fear Street: 1994” conta a história de um grupo de adolescentes que descobre uma série terrível de eventos que atormenta a cidade onde vivem. Tanto quanto sabem, nada é coincidência e eles poderão ser as próximas vítimas.

O segundo filme, “Fear Street: 1978”, revela o Camp Nightwing, dividido pelos habitantes das cidades de Sunnyvale e de Shadyside. Quando os horrores das duas cidades se intensificam, os seus habitantes devem unir-se e resolver os mistérios que se escondem em Camp Nightwing.

Por fim, “Fear Street: 1666” apresenta uma cidade colonial, dominada por uma caça às bruxas. Estes acontecimentos geraram consequências mortais que se prolongaram nos séculos seguintes. Assim, a responsabilidade de pôr um fim a esta maldição cai sobre os adolescentes de 1994.

A trilogia é descrita como “assustadora e arrepiante”, prometendo não desiludir os adeptos do terror. Deixamos-vos com o trailer da trilogia, disponibilizado hoje pela Netflix.

Por Catarina Duarte Alves

Licenciada em Línguas, Literaturas e Culturas pela Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, Catarina Alves é uma apaixonada por livros e, atualmente, trabalha como livreira numa cadeia nacional.