Introdução aos Clássicos da literatura

Um livro é considerado um clássico, porque ainda não disse tudo o que tem para dizer ao seu leitor.

1. Atualidade

Um livro é considerado um clássico da literatura quando os temas que aborda são atuais aos olhos dos leitores de hoje. Um clássico trata assuntos de forma exemplar, pois oferecem ao leitor mensagens morais. Assim, o leitor dá por si a refletir sobre si próprio e a sociedade em que vive.

2. Conhecimento

Qualquer clássico é uma verdadeira fonte de vocabulário. A sua leitura ajuda a construir ou simplesmente melhorar o vocabulário do leitor, aumentando assim o seu conhecimento da língua. No caso de o leitor escolher ler um clássico de um autor estrangeiro, deve ter em atenção a edição que escolhe.

3. História

Mesmo que os autores não se baseiem em factos históricos para escrever, os clássicos são-no assim considerado, pois a escrita é quase um espelho da história e da cultura do espaço e do tempo retratados no livro. Não só é essencial ler vários clássicos do mesmo autor, como de autores de nacionalidades e épocas diferentes.

4. Sentido crítico

A leitura de clássicos treina o leitor para pensar de forma mais crítica, levando-o a avaliar situações e assuntos que a comunidade em que se insere possa estar a enfrentar. Não só a leitura de clássicos pode ser um desafio para o leitor, como o próprio livro o desafia a refletir e a julgar tudo o que o rodeia.