Mesmo distantes, estamos sempre juntos

Créditos: DR

Esta semana, a Subscrito leu Juntos, obra traduzida por Valter Hugo Mãe e editada pela Porto Editora. Enquanto as ilustrações são da autoria de Luke Adam Hawker, o texto foi escrito por Marianne Laidlaw. Em Juntos, o autor reflete sobre um tema que se tornou central no último ano e meio em todo o mundo: a Covid-19.

Luke Adam Hawker e a sua visão do mundo

Créditos: DR

Luke Adam Hawker iniciou a sua carreira profissional como designer; porém, em 2015, começou a dedicar-se exclusivamente à ilustração. Uma das características que define o seu trabalho artístico é o facto de se forcar no desenho à vista; ou seja, o autor vai até ao local e desenha o que observa.

O autor acredita que através da ilustração é possível ligar pessoas a lugares e ao mundo que as rodeia. Todos os lugares são fontes de movimento, energia e vida, sendo exatamente o que Luke Adam Hawker tenta passar através dos seus desenhos.

O site oficial do autor poderá ser visitado aqui.

«Juntos», de Luke Adam Hawker

Juntos, de Luke Adam Hawker, é uma obra editada pela Porto Editora.

«A vida pode parecer uma máquina que não se detém.»

Juntos, de Luke Adam Hawker (Porto Editora: 2021, p. 6).

Nesta obra escrita e ilustrada por Luke Adam Hawker, presenciamos a aproximação de uma nuvem negra que traz uma tempestade inesperada. Com esta tempestade, a população vê-se obrigada a passar por várias mudanças súbitas.

A história é contada, com frases muito curtas, mas repletas de emoção, e de ilustrações marcantes, através de um homem e o seu cão. Estas personagens deparam-se com a incerteza do que estão a viver, mas as coisas estranhas começam a parecer normais.

Créditos: DR

«Num tempo de incertezas encontrámos apaziguamento na simples passagem das estações.»

Juntos, de Luke Adam Hawker (Porto Editora: 2021, p. 55).

No entanto, com esta incerteza e o medo que todos enfrentam, vem a calma, a esperança e a partilha. Percebemos que mesmo distantes conseguimos encontrar formas de nos mantermos perto e que as pequenas coisas começam a adquirir grandes significados.

Créditos: DR

«Ainda que outras nuvens se possam juntar, saberemos sempre, e acima de tudo, que somos mais fortes diante delas se estivermos… juntos.»

Juntos, de Luke Adam Hawker (Porto Editora: 2021, p. 64-65).

A obra é traduzida por Valter Hugo Mãe, que não deixa a essência de cada palavra perder-se na tradução. Esta não é apenas uma história sobre o último ano que vivemos, é também uma homenagem a todos nós, que nos mantivemos fortes e esperançosos, mesmo quando o medo parecia falar mais alto.

Por Catarina Duarte Alves

Licenciada em Línguas, Literaturas e Culturas pela Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, Catarina Alves é uma apaixonada por livros e, atualmente, trabalha como livreira numa cadeia nacional.