Os 13 nomeados para a edição de 2021 do prémio Booker já foram revelados

O prémio Booker distingue o melhor livro de ficção publicado em inglês, no Reino Unido. Na lista dos 13 nomeados estão inluídas obras de Kazuo Ishiguro, Patricia Lockwood e Anuk Arudpragasam.

Publicado em Categorizado como Novidades Etiquetas: , ,
Créditos: Pixabay

Dos 13 nomeados para a “lista longa” do The Booker Prize cinco já integraram as listas em edições anteriores. Contam-se então com os seguintes autores: Damon Galgut, entrando na lista com “The Promise“; Kazuo Ishiguro, vencedor do Prémio Nobel da Literatura em 2017, concorre com “Klara and the Sun” já editado em português; May Lawson, apresentando “A Town Called Solace“; Richard Powers, com “Bewilderment”; e, por fim, Sunjeev Sahota, autor da obra “China Room“.

Os restantes autores nomeados são: Anuk Arudpragasam, com “A Passage North“; Rachel Cusk, que assina “Second Place“; Nathan Harris, autor de “The Sweetness of Water“; a autora Karen Jennings, com o livro “An Island“; Patricia Lockwood, com “No One is Talking About This“; seguindo-se Nadifa Mohamed, com “The Fortune Men“; Maggie Shipstead, autora de “Great Circle“; e ainda Francis Spufford, por “Light Perpetual“.

De acordo com o jornal Público, o júri para a edição de 2021 contou com a escritora e editora Horatia Harrod, a atriz Natascha McElhone, o escritor Chigozie Obioma e o antigo arcebispo da Cantuária Rowan Williams. A presidir o júri esteve a historiadora Maya Jasanoff.

De 158 livros publicados, ou a serem publicados, no Reino Unido ou na Irlanda entre outubro de 2020 e setembro de 2021, apenas 13 integraram a “lista longa”. No dia 14 de setembro será feito o anúncio dos finalistas. O vencedor receberá um prémio no valor de 50 mil libras, o equivalente a 58,6 mil euros, em Londres, no dia 3 de novembro.

O único título da lista já editado em português é “Klara e o Sol“, de Kazuo Ishiguro e editado pela Gradiva.

Publicado em
Categorizado como Novidades