Os clássicos aos quais não podes ficar indiferente

De Harper Lee a Solomon Northup. Vê os três livros clássicos que recomendamos.

Vai e Põe Uma Sentinela, Harper Lee
Editorial Presença

Jean Louise Finch, a heroína de Mataram a Cotovia, regressa a Maycomb para visitar o pai, Atticus. Estamos em meados de 1950, altura em que a nação se divide em duas frentes na luta das questões raciais. Após descobertas perturbadoras sobre a sua família e cidade, Jean Louise interroga-se sobre os seus valores e princípios, vendo-se obrigada a lutar contra valores políticos e sociais com os quais já não concorda.

As Aventuras de Huckleberry Finn, Mark Twain
Porto Editora

Huckleberry Finn e Tom Sawyer ficam ricos ao descobrirem uma grande quantia de dinheiro roubado. Huck vê-se obrigado a fugir do pai, um alcoólico que quer o dinheiro do filho. Inicia-se assim outra aventura pelo Mississípi, na companhia de Jim, um escravo pacífico que anseia pela liberdade no norte dos Estados Unidos. Esta é uma história lindíssima sobre a amizado que cresce enre ambos. O leitor depara-se, ainda, com a ironia, o humor e a crítica social que tanto caracterizam a escrita de Twain.

Doze Anos Escravo, Solomon Northup
Relógio D’Água

Um testemunho arrepiante, e que não deixará nenhum leitor indiferente, sobre a vida de Solomon Northup enquanto escravo. Solomon era filho de um escravo liberto, o que o tornava um homem livre por direito. Solomon era agricultor e tocava violino. Porém, em 1841, Solomon foi raptado, tendo sido persuadido com uma promessa de emprego como violinista em Washington. Solomon acabou drogado e vendido como escravo numa plantação no Luisiana.